FESTIVAL VISOLITERÁRIO DE DIREITOS HUMANOS SURDOS
Play Video
Play Video
Play Video

O Festival Visoliterário de Direitos Humanos Surdos online é um evento que pretende agregar e disseminar a literatura surda e a poesia em Libras que tenha como enredo discursos sobre direitos, (in)justiça, violações, opressões, traumas e desigualdades. Diante da importância cada dia mais debatida do direito linguístico da pessoa surda a viver sua cultura através da Libras, se faz urgente a presença e a valorização de artistas surdos e suas produções em todos os espaços.

A temática do festival vem do projeto de pesquisa orientado pela Profª. Drª Silvana Aguiar dos Santos da UFSC e desenvolvido por Jonatas Medeiros, e traz um recorte sobre intérpretes de Libras que atuam com poesia surda de direitos humanos. Das inquietações desta pesquisa, e da experiência da equipe na tradução e produção artística em Libras, surge a urgência de evidenciar este importante segmento da produção literária surda. Por isso apresentamos esse Festival, um evento online com um site próprio para exibição de vídeos literários em Libras, produzidos e inscritos por artistas interessadas em participar e selecionados pela curadoria do evento, na Mostra de Vídeos Literários Sinalizados. Além da Mostra, o festival apresenta uma programação ao vivo com Slam de Poesia (competição de poetas que recitam trabalhos de performance, geralmente com temáticas sociais), rodas de conversa e oficinas.

As inscrições para a Mostra Competitiva estarão abertas a qualquer pessoa da comunidade surda que queria participar, basta apenas que ela grave e mande sua poesia em formato audiovisual mediante a um formulário de inscrição. A equipe do evento se encarregará de traduzir e legendar os trabalhos, permitindo assim o acesso do público não fluente em Libras ao evento, dessa forma comprometendo-se com a inclusão, o diálogo e a pluralidade além da apresentação da riqueza literária da comunidade surda. O festival contará com a presença de sujeitos envolvidos com o criar e o pensar da literatura surda, em especial as que tematizam situações de violação de direitos e evocação por direitos através da Libras, reforçando o valor de pertencimento e orgulho do conhecimento produzido em Libras através dos gêneros literários e poéticos, em especial no formato de Slam e Vídeo arte. E com o compromisso social de ter uma equipe de produção e execução em sua maioria formada por pessoas surdas.